vivo várias vidas, as que já passaram, a minha, a de todos que me rodeiam e aquelas que ainda virão

21
Mar 12

Como poeta que não sou

Nada venho fazer

Mas já que rimar não vou

aproveito com prazer

Para te dizer quem sou

 

Vidas Multiplas quis ser

Sentir  e chorar

Pois quero é viver

E alto aclamar

 

Vinde meus leitores

Vinde sem medo

Não desejo malfeitores

Antes que isto fique azedo

 

Podeis comentar

E rir e chorar

 

Sentai-vos,sintam-se em casa

colocai os pés no chão

e atenção que aqui já mora uma brasa.....

e não quero nada que pareça um senão

 

Podeis cuscar,

e tentar advinhar,

sempre conseguem adoçar

as minhas vidas a multiplicar

publicado por vidasmultiplas às 10:12
sinto-me:
tags:

Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

6 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO